MENU

08/05/2020 às 08h55min - Atualizada em 08/05/2020 às 08h55min

Polícia Civil de Piúma desbarata um grupo acusado de organização criminosa que praticava estelionato

A PC teve de alugar um caminhão para retirar as mercadorias da casa, além de duas motos e dois camburões lotados de mercadorias apreendidas.

Da Redação
A Polícia Civil em Piúma desbaratou na tarde desta quinta-feira (07), um grupo que estava residindo na Rua Monteiro Lobato, no bairro Itaputanga, em Piúma acusado de clonar cartões de crédito e praticar compras pela internet e vendas dos produtos. Três homens foram presos. 

A rua parou para ver a cena, duas viaturas e vários policiais civis e militares carregando centenas de mercadorias. O comentário na rua era que o movimento na residência era tímido, ninguém desconfiava de nada. Provavelmente, as mercadorias chegavam a noite. Na delegacia eles vão explicar ao delegado como funcionava o negócio que envolve outras pessoas. A polícia está na cola de outros grupos ligados. 

A operação ocorreu no bairro Itaputanga, na que da acesso ao Posto de Saúde. Uma suposta lan house funcionava no local, na casa em anexo, mais de um caminhão de mercadorias foi apreendido, televisores, duas geladeiras de última geração, várias máquinas de lavar, cadeiras de escritório, fogão, bicicletas, duas motocicletas e dois camburões lotados de eletroeletrônicos entre outros.

O delegado David Santana Gomes disse que está investigando o grupo e hoje chegou a esta residência. Ele não detalhou como agiam os homens presos, informou superficialmente que eram clonados cartões de crédito e as mercadorias eram compradas e revendidas.

 

Fonte: Espirito Santo Notícias

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp