MENU

30/06/2020 às 15h43min - Atualizada em 30/06/2020 às 15h43min

Descubra porque você é muito mais do que come

Da Redação
 

Quem nunca viu alguém experimentar uma roupa e dizer frases como: “estou parecendo uma coxinha” ou “me sinto igual um quibe”, ou qualquer outra comparação entre formas do corpo e alimentos?

Eu já escutei, e quem escuta com frequência frases parecidas é o Dr.Paulo Lessa (@drpaulolessa), médico referência na área de saúde e bem estar, com quem realizei uma Live ontem no Instagram (disponível no perfil @rafaelottaiano).

Dr.Paulo iniciou citando Hipócrates, o pai da medicina: “que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”. Conforme nos alimentamos, nossa forma corporal se altera: se quer emagrecer é preciso ajustar a alimentação, e se quer ganhar peso é importante adicionar calorias e combinar exercícios.

Além de calorias, gorduras, carboidratos e proteínas, frisou que é necessário observar vitaminas e minerais que irão influenciar no metabolismo do indivíduo.

Neste aspecto inclusive, explicou porque dietas iguais tem resultados diferentes nas pessoas, já que cada um tem sua necessidade de nutrientes individualizada.

Falamos que muitas vezes as dietas tendem a nos chatear, afinal limitam nosso prazer da comida ou bebida. O que Dr.Paulo deixou muito claro é que não adianta radicalizar, mas é preciso criar uma fase para desinflamar o corpo equilibrando hormônios, sono, intestino e hidratação do paciente, antes de permitir os lazeres.

Pular essas etapas pode ocasionar outras compulsões que despertam a obesidade ou afetam a saúde mental, como a ansiedade e depressão. Aqui pontuou como a qualidade do sono impacta nas emoções e como os cuidados com o intestino também influenciam bastante.

Em sua sabedoria, reconheceu que é difícil estarmos bem do lado de fora quando não estamos bem do lado de dentro. Por isso admira cada pessoa que decide buscar ajuda de um profissional para superar seus obstáculos rumo a uma vida melhor.

Caminhando para o final da live, compartilhou dicas úteis que servem a todos nós para uma boa noite de sono. Um banho morno, luz baixa, alimentos leves e evitar cafeína e açúcar ajudam a desacelerar.

Contou um segredo parecido ao que nossos pais e avós falavam: “hora de dormir não é hora de brincar”. Dormir no máximo de escuridão possível é essencial para colher os benefícios de um sono reparador. Sendo assim, desligar a TV e desconectar do celular além de economizar energia podem aumentar nossa vitalidade. Eu prefiro seguir a orientação médica, afinal prevenir é sempre melhor do que remediar.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp