MENU

15/05/2020 às 23h38min - Atualizada em 15/05/2020 às 23h38min

Presidente Kennedy passa a integrar grupo de risco alto para a transmissão de COVID-19 e terá medidas mais restritivas

Cariacica, Fundão, Santa Teresa, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória também já fazem parte do grupo. Nestas cidades, o comércio está funcionando de forma alternada.

Da Redação
Foto: Kennedy em Dia

Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo, passa a integrar na próxima semana o grupo de municípios classificados como risco alto para a transmissão de coronavírus. A decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública nesta sexta-feira (15), no Palácio Anchieta, em Vitória.

A classificação dos grupos de municípios entre risco baixo, moderado, alto ou extremo é semanal e serve para medidas específicas de combate ao novo coronavírus sejam tomadas em cada região.

Com a mudança, partir de segunda-feira (18) Presidente Kenndedy também terá que adotar medidas mais restritivas no comércio, assim como já acontecia com Cariacica, Fundão, Santa Teresa, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória, que também estão no grupo de risco alto.

Nestas cidades, os setores considerados não essenciais podem funcionar de forma alternada.

O mapa leva em consideração o coeficiente de casos confirmados por 100 mil habitantes e a taxa de ocupação dos leitos de UTI disponíveis.

 
 

No gráfico divulgado pelo governo estadual, Presidente Kennedy tem o maior coeficiente (577). No dia 7 de maio, o município tinha 14 casos confirmados e passou esta sexta-feira (15), para 72 casos confirmados e duas mortes, um aumento de mais de cinco vezes, sendo que a população é de pouco mais de 11 mil pessoas. Vale ressaltar que esses números são com base no Painel de Controle da COVID-19 da SESA (Secretaria de Sáude do Estado do Espírito Santo), quando se olha os números divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, os números são ainda mais alarmantes. A segunda maior taxa é de Vitória (279), que tem 1.088 casos e 51 dentre os 211.529 habitantes.

Com a mudança na classificação de Presidente Kennedy, os municípios limítrofes passam automaticamente para o risco moderado.

Desta forma, o Espírito Santo tem 24 cidades em risco moderado: Afonso Claudio, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Domingos Martins, Guarapari, Ibiraçu, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, João Neiva, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Nova Venécia, Piúma, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São José do Calçado, São Roque do Canaã e Venda Nova do Imigrante.

Outros 46 municípios capixabas seguem com o risco baixo.

Fonte: Kennedy em Dia


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp