MENU

21/05/2020 às 19h01min - Atualizada em 21/05/2020 às 19h01min

Cientistas estimam até 50 mil mortes por covid-19 na África do Sul

Pesquisadores contratados pelo Ministério da Saúde do país disseram que a chegada do inverno no Hemisfério Sul leva a uma taxa mais elevada da doença.

Da Redação

A África do Sul pode registrar até 50 mil mortes pelo novo coronavírus e confirmar cerca de 3 milhões de infecções até o fim do ano, à medida que o inverno no Hemisfério Sul se aproxima e leva a uma taxa mais alta da doença, mostraram estudos científicos nesta quinta-feira (21).

O país já tem o maior número de infecções e mortes no continente, com mais de 18 mil casos confirmados e 339 óbitos, mas um confinamento nacional em vigor há seis semanas retardou a disseminação do vírus.

No entanto, cientistas e estatísticos contratados pelo Ministério da Saúde para verificar a disseminação da doença disseram que o país poderá ter entre 35 mil e 50 mil mortes causadas pelo vírus até novembro.

"Nós realmente não achatamos a curva", disse o especialista Harry Moultrie em uma apresentação na televisão. "Também temos algumas preocupações significativas de que, devido ao foco na covid-19, isso possa comprometer outras áreas, como o HIV e a tuberculose".

As análises, que consideram os melhores e os piores cenários, registram o máximo de 3 milhões de casos de coronavírus até novembro, enquanto a demanda por leitos hospitalares atinge um pico de 45 mil, cerca de dez vezes a disponibilidade atual de leitos de terapia intensiva.

Um dos levantamentos mostrou que a quarentena reduziu a taxa de infecção em 60%, que desde o início de maio, quando as restrições foram suavizadas, caiu para 30%.

"Com o lockdown, estávamos criando uma barreira física que impede o vírus de se disseminar", disse o ministro da Saúde, Zweli Mkhize.

"A quarentena teve um valor particular. Agora, estamos tentando mudar para uma estratégia ligeiramente diferente, que é a abordagem ajustada ao risco".

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

De acordo com o gerente da pesquisa, Bruno Hidalgo, o objetivo do estudo é auxiliar gestores a planejarem o deslocamento de pessoas durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Hoje será feito o pagamento para os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 4. Amanhã (22) será a vez daqueles com NIS final 5 e na próxima segunda-feira (25), NIS final 6.

Equipamentos teriam sido adquiridos por US$ 4,7 milhões, um valor três vezes maior do que o normal, em compra financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Anderson do Carmo, marido da deputada, foi assassinado com vários tiros na garagem de sua casa, em Niterói, em junho de 2019.

Pesquisadores contratados pelo Ministério da Saúde do país disseram que a chegada do inverno no Hemisfério Sul leva a uma taxa mais elevada da doença.

Para o Enem Digital não há mais vagas. As 101,1 mil vagas oferecidas se esgotaram desde a semana passada. A prova é a versão informatizada do Enem.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp