MENU

01/07/2020 às 15h59min - Atualizada em 01/07/2020 às 15h59min

Infectados pela Covid-19 vão receber kit cloroquina a partir desta quarta (1) em Itapemirim

Da Redação
Agência Brasil

O município de Itapemirim, por meio da Secretaria de Saúde e Sistema de Comando de Operações (SCO), disponibilizará a partir desta quarta-feira, 1º de julho, o Kit de medicamentos para auxiliar o combater ao novo coronavírus. O kit Covid-19 será composto por azitromicina, zinco, ivermectina e hidróxido de cloroquina e será prescrito por um médico, sempre após o paciente passa por exame que comprove a doença.

Os remédios serão distribuídos exclusivamente em duas unidades sentinela do município, uma na Vila e outra em Itaipava. Na Vila o local será o Centro de Convivência do Idoso (CCI), já em Itaipava, no Centro de Especialidade Municipal (CEM), ambas são específicas para pacientes com sintomas de coronavírus.

“Quando pensamos em adquirir o kit, distribuir para população, a primeira análise que fizemos enquanto secretaria de saúde e sistema de comando de operações (SCO), foi pesquisar as possibilidades do mercado, já que os medicamentos estão escassos, e os fornecedores com muita dificuldade para entrega, além dos preços elevados, já que a procura tem sido grande. Como desde o início, a nossa gestão prioriza fazer um ato seguro, coeso e transparente, optamos pela licitação desses medicamentos, porque a licitação possibilita um preço com um pouco mais concorrente, com isso faz à queda no valor do produto”, comenta Luciana, coordenadora do SCO.

Informações da Secretaria de saúde dão conta que o paciente tem a escolha de fazer ou não, o uso dos medicamentos e que, caso queira receber, assinará um termo de responsabilidade e autorização.

A prefeitura optou por fazer licitação dos medicamentos, por ser mais seguro, coeso e transparente. Na abertura da disputa, que ocorreu no dia 25, o município conseguiu adquirir apenas dois dos quatro remédios que compõem o kit, sendo assim houve a necessidade de aquisição dos outros dois medicamentos por meio de dispensa. A compra por dispensa, teve cotação de preço, com valor menor do que foi especulado na licitação.

A secretaria de saúde de Itapemirim também informa que aconteceu uma licitação para compra dos testes rápidos, o que vai permitir testar aproximadamente 3 mil pessoas. A realização de exames em massa é a melhor estratégia para conter a transmissão da Covid-19, defendem especialistas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp