10/08/2020 às 08h22min - Atualizada em 10/08/2020 às 08h22min

Ricardo Eletro fecha todas as lojas no Espírito Santo

Da Redação

A Ricardo Eletro fechou as sete lojas que funcionavam no Espírito Santo. A empresa entrou com pedido de recuperação judicial. Ao todo, 105 empregados foram demitidos.

A empresa anunciou que terá um novo modelo de vendas, concentrado apenas no comércio digital. Com isso, todas as lojas físicas do país serão fechadas.

A empresa emitiu uma nota explicando que estava lidando com dificuldades financeiras, mas o processo de retomada foi interrompido pela pandemia da Covid-19.

A holding Máquina de Vendas, terceira maior do Brasil no ramo de eletrodomésticos e dona da Ricardo Eletro, anunciou nesta sexta-feira (7) que pediu recuperação judicial devido a uma dívida que ultrapassa os R$ 4 bilhões. Em razão disso, as cerca de 300 lojas da companhia, que engloba as marcas Lojas Salfer, CityLar, Lojas Insinuante e Eletroshopping foram fechadas e aproximadamente 3.500 funcionários foram demitidos.

Segundo a vice-presidente de Inovação da empresa, Ana Garini, a crise se agravou com a pandemia de coronavírus. “A Máquina de Vendas já vinha em um processo de reestruturação desde o início do ano passado, quando foi pedida uma recuperação extrajudicial, mas com a pandemia complicou ainda mais. Nós já vínhamos sentindo dificuldade porque estava difícil comprar da China.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp