MENU

08/04/2021 às 13h43min - Atualizada em 08/04/2021 às 13h43min

Marataízes, Anchieta e Piúma se mantém em risco extremo; Saiba as novas regras para risco alto e extremo no ES

Lotéricas passam a ser consideradas atividades essenciais e a realização de jogos profissionais de campeonatos de futebol está permitida

Da Redação

Após o registro de longas filas em casas lotéricas do Espírito Santo nesta quarta-feira (07), quando foi autorizada a reabertura, o governo do Estado editou o decreto e passou a considerar os estabelecimentos como prestadores de serviços essenciais. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (08) e já está em vigor.

Com a mudança, as lotéricas terão seu funcionamento ampliado, podendo ficar abertas, nas cidades capixabas classificadas no risco extremo para o novo coronavírus, de segunda a sábado até as 20 horas. Anteriormente, elas estavam autorizadas a funcionar de quarta a sexta-feira, das 10 às 18 horas, assim como outros estabelecimentos considerados não essenciais.

Outra mudança no decreto é a permissão da realização de jogos profissionais de campeonatos de futebol. Antes, apenas os treinos estavam liberados. O documento ainda destaca que as partidas devem ser fechadas ao público e os protocolos de testagem dos atletas e medidas de sanitárias devem ser observadas.

Após ficarem fechados por 20 dias, devido à quarentena decretada pelo governo estadual e pelas regras de funcionamento estabelecidas para as cidades classificadas no risco extremo, shoppings, lojas do comércio de rua, restaurantes e salões de beleza, além das lotéricas, puderam reabrir suas portas nesta quarta-feira.

No primeiro dia de funcionamento desses estabelecimentos desde o dia 18 de março, quando começou a valer a quarentena no Espírito Santo, longas filas puderam ser vistas nas imediações de muitas casas lotéricas, em diversos pontos da Grande Vitória. Com a ampliação do funcionamento, a expectativa é de que haja menos aglomerações nesses espaços.

As medidas que permitiram a reabertura dos estabelecimentos considerados não essenciais no Espírito Santo foram apresentadas pelo governador Renato Casagrande, juntamente com o novo mapa de risco, na última semana. Elas alcançam toda a Grande Vitória e cidades de grande porte populacional, como Linhares, Cachoeiro de Itapemirim e Colatina. Um novo mapa deve ser divulgado na sexta-feira (09), mas as regras são válidas, pelo menos, até a próxima semana.

Regras para cada região

RISCO EXTREMO

Atividades essenciais

Comércio

Atividades de ensino

Restaurantes

Shopping centers

Bares e academias

Agências bancárias

RISCO ALTO

Medidas sociais

Ensino

Trabalho remoto

Agências bancárias

Academias

Comércio, Bares e Restaurantes

Sem restrições

RISCO MODERADO

Comércio, Bares e Restaurantes

Academias

Ensino

Classificação

RISCO EXTREMO: Água Doce do Norte, Águia Branca, Anchieta, Apiacá, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Guarapari, Ibatiba, Iconha, Itarana, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Rio Bananal, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibiraçu, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Pedro Canário, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Mateus, São Roque do Canaã, Sooretama e Vila Valério.

RISCO MODERADO: Conceição da Barra e Ibitirama.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp