MENU

19/06/2020 às 14h53min - Atualizada em 19/06/2020 às 14h53min

Governo anuncia a abertura de 20 leitos de UTI covid em Cachoeiro

Vagas deverão ser abertas na semana que vem e são anunciadas no período que a ocupação nos hospitais da região chega ao limite

Da Redação

Mais 20 leitos de UTI adulto deverão ser abertos para atender pacientes do sul do Espírito Santo, no Hospital do Aquidaban. A medida vem no momento em que já falta vagas nos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde na região. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (18) pelo governador Renato Casagrande, em videoconferência com os vereadores de Cachoeiro.

Nesta semana, pacientes relataram dificuldades para conseguir vagas em hospitais regionais. Uma delas teve que ser transferida para a Grande Vitória. Segundo  a Santa Casa e o Hospital Infantil, a falta de medicamentos utilizados no tratamento dos pacientes mais graves dificultava a ampliação do número de leitos de UTI.

Além da UTI, a enfermaria, que atende pacientes em situações menos graves, vai receber 40 leitos.

Segundo o presidente da Câmara, Alexon Soares Cipriano, o agravamento da situação no sul do estado, onde a ocupação dos leitos para adultos aproxima-se de 100%,  está sendo acompanhada de perto pelo governador, e por isso a abertura já está programada para a próxima semana. No entanto, Casagrande ressaltou que a Central de Regulação de Vagas mostra que ainda há vagas disponíveis em outras regiões do estado, para acolher os pacientes capixabas, seja qual for seu município de origem.

Alexon esclarece ainda que a opção do governo pela abertura de novas vagas no Hospital do Aquidaban, em detrimento do uso de instalações particulares se dá pela decisão de manter estas vagas funcionando mesmo após o fim do período crítico da pandemia. No momento, o governo espera apenas a conclusão de ajustes técnicos para efetivar a ampliação dos leitos. O esforço demanda aquisição de equipamento e medicamentos, bem como o treinamento da equipe para o atendimento especializado em Covid-19.

A reunião deixou claro, segundo Alexon, que, assim como o governo, a população também precisa fazer a sua parte. "É necessário manter o distanciamento social, usar máscaras, evitar aglomerações. Devemos cobrar medidas do governo, mas sabemos que os recursos públicos são finitos. Se todos fizerem sua parte, voltaremos mais rapidamente à normalidade na saúde, na vida social e na economia. Temos que nos manter alertas e colaborativos", finaliza Alexon.

A reunião foi solicitada pela Câmara Municipal, que aprovou por unanimidade requerimento dos vereadores Alexandre de Itaoca, Ely Escarpini e  Bráz Zagotto. Também participaram da videoconferência o prefeito de Cachoeiro Victor Coelho e o superintendente de saúde da região sul, José Maria justo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp