MENU

29/09/2020 às 08h08min - Atualizada em 29/09/2020 às 08h08min

Alvo de criminosos no caso Alice é assassinado em Vila Velha

O rapaz foi baleado com sete tiros e, segundo informações da polícia, o jovem seria o verdadeiro alvo dos disparos que atingiram a menina Alice, em fevereiro

Da Redação


Na tarde desta segunda-feira (28), um jovem de 18 anos foi assassinado no bairro Ataíde, em Vila Velha. Segundo informações da polícia, este mesmo rapaz teria sido o alvo dos disparos de criminosos que atingiram a pequena Alice, de 3 anos, em fevereiro deste ano.

O jovem, identificado como Vinicius Junior Martins Maferrari Pinho, foi encontrado morto em uma esquina do bairro. Os peritos da Polícia Civil encontraram nove cápsulas de arma de fogo em volta do jovem, mas no corpo foram encontradas sete perfurações. Nem pessoas da região, nem os policiais souberam explicar de que forma os assassinos chegaram até o local do crime. O corpo do jovem foi levado para o Departamento Médico Legal de Vitoria.

Segundo Amanda, mãe da pequena Alice, morta em Dom João Batista, Vila Velha, o jovem assassinado nesta segunda-feira foi o mesmo que invadiu o seu quintal e que ele seria o verdadeiro alvo dos criminosos no dia da tragédia que tirou a vida da filha.

Na época, a mãe da criança disse que o jovem chegou a entrar em contato pelas redes sociais para pedir perdão várias vezes. Ela teria perdoado, mas que em memória da filha, Amanda teria feito um único pedido ao suspeito: que ele saísse do tráfico de drogas.

Caso Alice

Em fevereiro deste ano, Alice da Silva Almeida morreu enquanto brincava no quintal da casa da família. Na época, o alvo dos disparos era o adolescente, que tinha 17 anos, e tentou se esconder no local. A criança de três anos, que morreu após ser atingida por um tiro na casa onde morava, havia passado o dia na casa de um tio.

De acordo com testemunhas, os suspeitos chegaram em um carro branco. Um dos ocupantes do veículo desceu e começou a atirar. O adolescente correu e tentou se esconder na casa de Alice. A criança foi atingida e ficou com quatro perfurações. O alvo dos disparos ficou ferido.

Alice e o adolescente foram socorridos para o Pronto Atendimento da Glória, mas a menina não resistiu. Na residência, ficaram várias marcas de tiros, no portão, na janela e na porta.

* Com informações da repórter Milena da Silva Martins, da TV Vitória/Record TV.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp