MENU

04/11/2020 às 10h04min - Atualizada em 04/11/2020 às 10h04min

Dono de oficina é assassinado em Cariacica; orçamento teria sido a motivação do crime

Segundo pessoas próximas ao mecânico, ele teria discutido com um cliente horas antes

Da Redação

O dono de uma oficina mecânica no bairro Rio Marinho, em Cariacica, foi assassinado com quatro tiros durante o trabalho na tarde desta terça-feira (3). A polícia suspeita que o crime tenha acontecido após um desentendimento do mecânico com um cliente.

De acordo com testemunhas, dois homens à bordo de uma moto chegaram no local já disparando contra a vítima. Ele estava consertando um carro no lado de fora do estabelecimento e, ao perceber a situação, correu para os fundos da oficina, mas não conseguiu escapar dos disparos. Depois que os criminosos foram embora, o mecânico voltou para o lado de fora e pediu ajuda, mas acabou caindo na calçada.

Dono da oficina mecânica há mais de 20 anos, Ailton Mendes, de 55 anos, foi atingido por, pelo menos, quatro disparos. Bastante conhecido na região pelo seu trabalho, Ailton deixou a esposa e quatro filhos.

No momento do crime, viaturas da Polícia Civil passavam pela região e ao perceber o movimento estranho, foram em direção à oficina. Os policiais chegaram a seguir os criminosos, que jogaram a arma na direção de uma região de mata, deixaram o capacete cair e fugiram.

Motivação será investigada

A polícia tem uma possível motivação para o crime. De acordo com investigadores, que conversaram com pessoas próximas a Ailton, o mecânico teria discutido com um cliente horas antes. O real motivo da discussão continua sendo investigado, mas moradores disseram que o desentendimento teria começado após esse cliente reclamar do valor de um conserto, que iria custar R$ 200. 

O cliente não concordou com o valor e deu início à discussão, que terminou logo em seguida quando o homem foi embora do local. A polícia acredita que essa discussão tenha sido a motivação do assassinato. O caso segue sob investigação. 

* Com informações da repórter Milena da Silva Martins, da TV Vitória/Record TV


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp