MENU

20/02/2021 às 08h32min - Atualizada em 20/02/2021 às 08h32min

Unidade da Suzano em Cachoeiro será inaugurada em março

A nova planta industrial da Suzano, instalada em Cachoeiro de Itapemirim, será inaugurada oficialmente no mês de março. Os detalhes desse evento começaram a ser discutidos nesta sexta-feira (19), durante encontro que reuniu representantes da administração municipal, da fábrica de papel higiênico e do governo do estado, na Superintendência Estadual de Comunicação Social do Espírito Santo (Secom), em Vitória.

Na reunião foram apresentadas propostas para a inauguração da nova fábrica de conversão de papel da Suzano. A data sugerida foi 22 de março, no período da manhã, no formato presencial, com público reduzido, respeitando os protocolos de controle ao Covid 19. A definição depende da agenda do governador Renato Casagrande.

A unidade de Cachoeiro recebeu R$ 130 milhões em investimentos e terá capacidade para produzir 30 mil toneladas por ano de papéis higiênicos e vai gerar 170 empregos diretos quando estiver operando em plena capacidade.

“Em meio a pandemia, esse projeto foi pensado, implantado e agora começa a operar. Então merece ser construído um evento digno da importância desse investimento para a cidade de Cachoeiro, para o Estado e a Suzano”, afirmou o gerente de Relações Institucionais da Suzano no Espírito Santo, Daniel Ramos.

Segundo o secretário municipal de Governo, Cláudio Mello, a fábrica será importante para Cachoeiro não só pela geração de emprego e renda, mas também pela própria estrutura da empresa que vai envolver outros serviços. “A população, o empresariado local, terá mais opções de trabalho e de acesso a uma planta do tamanho que a Suzano está inaugurando no município. Isso é importante demais para a nossa economia”, afirmou.

Já o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Francisco Montovanelli, reforçou que a presença da Suzano em Cachoeiro é um ganho muito grande para o município, pois vai movimentar toda a cadeia produtiva local.

“À medida que gera emprego e renda, atinge a área social e o desenvolvimento econômico da cidade. Isso acaba também influenciando outras empresas a investirem em Cachoeiro. Por isso, a vinda da Suzano para o município é muito positiva”, disse.

Plena capacidade de funcionamento até o final de 2021

A expectativa é de que até o final de 2021 a unidade da Suzano em Cachoeiro esteja operando a plena capacidade. Ela faz parte de um pacote de investimentos anunciado pela empresa em dezembro de 2019, fruto de créditos de ICMS.

A planta de Cachoeiro conta com equipamentos de última geração que utilizam recursos da indústria 4.0 e unem inovação e sustentabilidade. A matéria-prima que abastece a produção virá da unidade da Suzano, localizada em Mucuri, no Sul da Bahia.

Em Cachoeiro, a produção foi iniciada com o papel higiênico Mimmo folha dupla. Também serão produzidos na nova unidade, o Mimmo folha tripla, uma novidade no mercado, e Max Pure folha dupla.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp