MENU

25/04/2020 às 12h59min - Atualizada em 25/04/2020 às 12h59min

Morre aos 78 anos Vasco Alves, ex- prefeito de Vila Velha e Cariacica

Graduado em Direito, Vasco Alves teve uma trajetória política consolidada no Espírito Santo

Da Redação

O político capixaba Vasco Alves, ex-deputado federal e ex-prefeito de Vila Velha e Cariacica, morreu neste sábado (25) aos 78 anos. Ainda não há informações sobre as causas da morte. 

Graduado em Direito, Vasco Alves teve uma trajetória política consolidada no Espírito Santo, sendo um dos nomes mais importantes da história da política no município de Vila Velha. 

Um dos primeiros a lamentar a morte do político foi o governador Renato Casagrande em uma rede social. "Acabo de receber a triste notícia do falecimento do amigo, Vasco Alves. Uma figura de destaque na política capixaba. Um líder carismático e uma popularidade diferenciada. Deixa uma contribuição valorosa ao ES e muitas e boas histórias. Aos amigos e familiares, minha solidariedade".

Vasquinho, como era chamado carinhosamente pelos eleitores, estava internado em um hospital de Vitória desde o último dia 17.  A ligação de Vasco com a Política começou pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), quando disputou  a prefeitura de Vila Velha. Ao ganhar as eleições, tomou posse em 1983.

Em 1986, tornou-se deputado federal e foi membro titular da Subcomissão dos Direitos dos Trabalhadores e Servidores Públicos, da Comissão da Ordem Social, e como suplente da Subcomissão da União, Distrito Federal e Territórios, da Comissão da Organização do Estado.

Em 1988, concorreu à prefeitura de Cariacica pelo Partido da Social-Democracia Brasileira (PSDB). Vitorioso, assumiu o mandato em janeiro de 1989.

Já em 1998, retornou para o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e disputou o governo do Estado do Espírito Santo. Perdeu a votação para José Inácio Ferreira, candidato do Partido da Social-Democracia Brasileira (PSDB).

Em 2004 voltou a candidatar-se a prefeito de Vila Velha, e perdeu para Max Mauro, candidato do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ao tentar novamente em 2008, perdeu para Neucimar Fraga, do Partido da República (PR).

Foi também professor da Academia de Letras Humberto de Campos, do Instituto dos Advogados do Espírito Santo e da Fundação Pedroso Horta, como também, presidente da Associação de Prefeitos e Vereadores do Espírito Santo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp