MENU

21/05/2020 às 10h17min - Atualizada em 21/05/2020 às 10h17min

Marataízes entra para área de alto risco de transmissão de COVID-19 no Estado

Da Redação

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (20), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande detalhou os novos critérios para classificação da Matriz de Risco para Covid-19 no Estado. Mais três cidades foram classificadas como de alto risco, entre elas duas do Sul do Estado: Marataízes e Alfredo Chaves, que voltou para a essa classificação.

Além destas, estão com risco alto de contágio os municípios de Presidente Kennedy, da Grande Vitória, Fundão, Santa Teresa e Afonso Cláudio. A nova metodologia entra em vigor a partir do próximo domingo (24) e as cidades deverão adotar as medidas de funcionamento do comércio e outras atividades com base no decreto estadual.

Segundo explicou Casagrande, a nova matriz de risco levou em consideração critérios como o coeficiente de incidências (peso 50%), a letalidade (peso 20%), a taxa de isolamento (peso 10%) e o percentual de idosos no município (10%).

Casagrande ressaltou outro fator determinante na matriz de risco é taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Hoje o Estado está situação de alerta com taxa de ocupação das UTIs em 69,72%.

De acordo com o governador, a nova Matriz de Risco prevê agora a classificação até Risco Extremo, caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI superem o percentual de 91%.

“Se o Estado alcançar a taxa de 91% dos leitos de UTI ocupados todo o estado fica em situação de alto risco com algumas cidades com situação extrema e teremos que implementar medidas mais radicais como parar a atividade econômica”, reforço o governador.

Casagrande reforçou a necessidade do uso de máscaras em todo Estado, além da manutenção do isolamento social para reduzir o contágio com o vírus.

Outros municípios que apresentavam risco baixo passaram a moderado fazendo com que a maior parte do Estado esteja nesse nível.

 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp