MENU

13/10/2021 às 08h07min - Atualizada em 13/10/2021 às 10h00min

Comissão de Fiscalização discute aumento de queimadas no Acre

Câmara
https://www.camara.leg.br/noticias/814886-comissao-de-fiscalizacao-discute-aumento-de-queimadas-no-acre/
52º Batalhão de Infantaria de Selva/Exército Brasileiro
Meio Ambiente - queimadas e desmatamento - Amazônia florestas (queimadas na Serra dos Carajás, sul do Pará)

Meio Ambiente - queimadas e desmatamento - Amazônia florestas (queimadas na Serra dos Carajás, sul do Pará)

Segundo o Inpe, o Acre registrou 2.140 focos de incêndio entre janeiro e agosto deste ano

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta quarta-feira (13) para discutir as queimadas no Acre. O debate foi pedido pelo deputado Leo de Brito (PT-AC).

Segundo o deputado, o Acre se encontra em estado de alerta ambiental por conta das queimadas na região. Atualmente, são mais de mil focos de calor, com aumento de 137% dos incêndios ambientais nas áreas urbanas no estado em um ano.

"Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), baseados em satélites, apontam que o estado do Acre registrou 2.140 focos de incêndios até 17 de agosto. O número já é maior do que todo o acumulado do ano passado no mesmo período, que fechou com 1.641 ocorrências – um aumento de 30% nos
meses avaliados. Os números deste ano só ficam atrás de 2019, quando foram
2.240 registros durante o período", observou Leo de Brito.

Debatedores
Confirmaram presença na audiência, entre outros, o coordenador do Grupo de Estudos e Serviços Ambientais da Universidade Federal do Acre (UFAC), Alejandro Antonio Fonseca Duarte; e o secretário de Meio Ambiente e das Políticas Indígenas do Acre, Geraldo Israel Milani de Nogueira.

Hora e local
O debate será realizado no plenário 11, às 10 horas.



Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/814886-comissao-de-fiscalizacao-discute-aumento-de-queimadas-no-acre/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp