26/01/2022 às 18h58min - Atualizada em 27/01/2022 às 00h00min

Congresso recebe iluminação especial em apoio a campanha contra hanseníase

A doença tem cura, e o tratamento é fornecido de forma gratuita pelo SUS

Câmara
https://www.camara.leg.br/noticias/846239-congresso-recebe-iluminacao-especial-em-apoio-a-campanha-contra-hanseniase/
Pierre Triboli/Câmara dos Deputados
Cúpula da Câmara dos Deputados iluminada de roxo por campanha de combate à hanseníase

Cúpula da Câmara dos Deputados iluminada de roxo por campanha de combate à hanseníase

Cúpula da Câmara dos Deputados iluminada de roxo

O Congresso Nacional estará iluminado de roxo até o dia 31 de janeiro em apoio à campanha nacional de prevenção à hanseníase. A iluminação especial faz parte das ações para alertar a população sobre a importância do diagnóstico e de tratamentos precoces, informar sobre as opções terapêuticas disponíveis na rede pública e combater o preconceito em relação à doença.

O diagnóstico e o tratamento precoces são considerados as melhores formas de prevenção contra as formas mais graves da doença, que podem levar a incapacidades e deformidades físicas.

A hanseníase é uma doença infecciosa, transmissível, causada por uma bactéria e que tem como principais características manchas que surgem na pele e perda de sensibilidade no local. A doença tem cura, e o tratamento é fornecido de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

30 mil novos casos
De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o Brasil registra 30 mil novos casos todos os anos. A entidade considera o número alarmante e ressalta a necessidade de aperfeiçoamento e implementação efetiva de políticas públicas para combater a doença.

Segundo a entidade, os casos são mais frequentes nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, que respondem por quase por 85% dos registros no País. O Brasil concentra mais de 90% dos casos na América Latina.



Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/846239-congresso-recebe-iluminacao-especial-em-apoio-a-campanha-contra-hanseniase/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp