02/05/2022 às 12h36min - Atualizada em 02/05/2022 às 14h00min

Proposta torna ilimitada recondução para mandato nas juntas comerciais

Legislação atual permite única recondução para mandato de quatro anos

Câmara
https://www.camara.leg.br/noticias/867330-proposta-torna-ilimitada-reconducao-para-mandato-nas-juntas-comerciais/
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Vermelho PSD-PR

Discussão e votação de propostas. Dep. Vermelho PSD-PR

Vermelho: "Medida é melhor para ambiente de negócios"

O Projeto de Lei 896/22 torna ilimitada a possibilidade de recondução, para mandato de quatro anos, de vogal e suplente nas juntas comerciais. O texto em análise na Câmara dos Deputados altera a Lei de Registro Público de Empresas Mercantis, que atualmente permite uma única recondução.

A legislação determina que haverá uma junta comercial em cada estado e no Distrito Federal, subordinadas administrativamente ao governo local. O órgão deliberativo superior é o Plenário, composto por vogais e suplentes, sendo que metade deles será indicada por entidades patronais e associações comerciais.

“Não há dúvida de que seria melhor para o ambiente de negócios permitir essa recondução dos vogais, que ficaria a critério de cada governador, agente ao qual compete as nomeações”, disse o autor da proposta, deputado Vermelho (PL-PR).

Segundo o parlamentar, ações recentes das juntas comerciais reduziram o tempo de abertura de empresas, por meio da digitalização dos processos, e que facilitou o empreendedorismo. A atual vedação à recondução ilimitada de vogais afetaria o trabalho, na avaliação de Vermelho. “Em time que está ganhando não se mexe”, disse o deputado.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei



Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/867330-proposta-torna-ilimitada-reconducao-para-mandato-nas-juntas-comerciais/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp