MENU

16/08/2021 às 17h46min - Atualizada em 16/08/2021 às 17h46min

Ligação clandestina de energia pode ter causado incêndio que matou irmãos de 5 e 6 anos

Perícia ainda será realizada no local para averiguar as causas do fogo. Mãe e irmã das crianças conseguiram se salvar

Da Redação

O incêndio que resultou na morte de dois irmãos, de 5 e 6 anos de idade, pode ter sido causado por ligações irregulares de energia elétrica. O fogo começou por volta das 5h30 desta segunda-feira (16), no Bairro das Laranjeiras, na Serra.

Na casa, além dos irmãos, moravam a irmã mais velha, de 14 anos, e a avó. Elas tentaram socorrer os meninos, mas as chamas estavam altas e não conseguiram. Os bombeiros estiveram na residência e apagaram o fogo, mas já era tarde.

As chamas atingiram um dos quartos, onde estavam os irmãos, identificados como Israel e Ícaro Storch, de 5 e 6 anos de idade. Os gritos de desespero da avó e da irmã acordaram os vizinhos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando chegaram ao local ainda não havia confirmação de vítimas dentro da casa. Durante o combate às chamas, eles perceberam os corpos no quarto.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio começou e ficou concentrado no quarto dos meninos. O telhado em chamas caiu sobre os dois. Os corpos de Ícaro e Israel foram encontrados lado a lado em cima do que seria a cama em que dormiam.

"Havia uma janela com grade e eu desconfio que elas tentaram sair, também pela porta e ficaram presas pelas chamas. O teto de eternit cedeu em determinado momento e favoreceu a oxigenação do incêndio", explicou o capitão Pedroni, do Corpo de Bombeiros.

Uma perícia ainda será realizada no local. No entanto, o Corpo de Bombeiros acredita que uma das possíveis causas do incêndio é a ligação clandestina de energia elétrica. 

"Há fortes indícios de que fenômenos termelétricos tenha causado esse incêndio. A casa não tinha disjuntor geral e tinha uma ligação irregular, o famoso gato. Ainda vamos investigar, mas há fortes indícios de que tenha sido este fenômeno. Claro que nenhuma hipótese é descartada", afirmou o capitão.

A avó e a irmã dos meninos foram acolhidas por uma vizinha. A adolescente sofreu queimaduras leves e não precisou de atendimento médico. Já senhora não teve ferimentos. 

"Uma testemunha afirmou que as mulheres estavam tentando combater o incêndio, mas ele retirou elas de lá para preservar a vida delas. Depois ele buscou ajudar os meninos, mas eles já estavam mortos", afirmou o capitão.

A vendedora de picolé Sharlene Storch Messias, mãe da adolescente e dos dois meninos também mora na residência, mas não estava no local durante o incêndio. Mesmo abalada, ela informou que esteve na casa pela última vez no sábado (14). Ela foi conduzida à delegacia.

Outros familiares dos meninos e dezenas de moradores do bairro acompanhavam o trabalho do Corpo de Bombeiros. Investigadores e peritos da Polícia Civil também foram até a residência. Acostumados com a presença de Israel e Ícaro, os vizinhos lamentaram a morte dos irmãos.

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp