MENU

30/01/2020 às 12h25min - Atualizada em 30/01/2020 às 12h25min

Mulheres vítimas de violência receberão curso de Educação Financeira a partir de fevereiro

O projeto social “Mulher Superando o Medo” atenderá inicialmente 100 mulheres de comunidades de Vila Velha. As inscrições estão abertas e terminam nesta sexta (31).

Da Redação

Na tentativa de contribuir para a diminuição da taxa de feminicídios no Espírito Santo, o projeto “Mulher Superando o Medo”, começa a oferecer atendimento psicossocial e cursos de Educação Financeira para vítimas de violência doméstica a partir de fevereiro. A iniciativa é desenvolvida pela Coordenadora Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJES e pelo Instituto de Inovação Win.

Inicialmente, serão atendidas 100 mulheres de 07 comunidades do município de Vila Velha. O objetivo é ajudá-las a aumentarem suas rendas e a conquistarem independência financeira, para que não dependam mais dos agressores. “Projetos como esse trazem um upgrade para a vida pessoal e profissional dessas mulheres que sofrem com a violência doméstica. Muitas delas são dependentes dos algozes e ficam na inércia, sem se posicionarem por conta desta dependência afetiva e econômica dos provedores”, ressalta a juíza Hermínia Maria Azoury, Coordenadora Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJES.

Ao todo serão 10 turmas, com 10 vagas cada e 05 encontros semanais até junho deste ano. A formatura acontecerá em agosto, no Tribunal de Justiça do Espírito Santo. Dentre os assuntos abordados estão prevenção e combate à violência, apresentação dos serviços da rede pública de saúde, TPM (Treinamento de Inteligência Emocional), conceitos básicos de finanças, controles financeiros, introdução ao empreendedorismo, marketing pessoal, como elaborar um curriculum, além dos atendimentos psicossociais.

As participantes do projeto ainda terão direito a usar um aplicativo de celular que traz orientações financeiras. “Elas receberão mensagens motivadoras e terão acesso ao controle das finanças de forma prática. O app inclui ainda o botão do Disque-180, caso precisem fazer alguma denúncia, além de dicas de combate à violência”, explicou Isabel Berlink, do Instituto Win.

As duas primeiras turmas terão encontros nos dias 3, 5, 10, 12 e 17 de fevereiro, das 18h às 21h30, com atendimento psicossocial nos dias 4, 6, 11 e 13, das 17h às 21h. As interessadas devem se inscrever até a próxima sexta-feira (31), pelo site www.institutowin.com.br/mulher ou pelo e-mail projetos@institutowin.com.br. As vagas são limitadas.

O projeto “Mulher Superando o Medo” é financiado por Rotary Clubs locais e internacionais e recebe o apoio da Prefeitura de Vila Velha.

Fonte: TJES


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sugestões
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp